Sábado, 21 de Maio de 2022

Tempo aberto

Taubaté - SP

Geral Pará

Hospital da Mulher garantirá atendimento público especializado à saúde feminina

Mulheres que trabalham na construção do prédio atestam o cuidado desde o alicerce do que será a mudança no atendimento à saúde da mulher no Pará

14/05/2022 às 13h10
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:

Mudar o atendimento à saúde feminina na Região Metropolitana de Belém, com prioridade às demandas específicas das mulheres. Esse é o objetivo do Governo Estadual com a construção do Hospital Público da Mulher Nossa Senhora de Nazaré. Serão 100 leitos clínicos e 20 de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), além de consultas ambulatoriais para dar suporte exclusivo à assistência nos serviços de saúde sexual e reprodutiva, prevenção e tratamento oncológico e emergência.  

Técnica em segurança do trabalho, Ana Beatriz Garcez trabalha na construção do prédio e diz estar ansiosa pela entrega do hospital. “Não tenho palavras pra expressar quando eu me vejo fiscalizando a obra, e ver que daqui a algum tempo quantas mulheres vão ser beneficiadas com esse hospital”, disse.  

Cerca de 800 empregos serão gerados de forma direta e indireta quando o hospital estiver em atividade, referência em cuidados especializados em ginecologia (geral, climatério, infanto-puberal e colposcopia), mastologia, infectologia, endocrinologia, uroginecologia, reumatologia, dermatologia, abrangendo ainda urgência e emergência e assistência a vítimas de violências sexual e doméstica.   

“A Unidade está sendo erguida com a perspectiva de agilizar o acesso qualificado à rede de atenção à mulher, com acréscimo da oncologia na área de ginecologia e mastologia”, destaca o secretário de Estado de Saúde Pública (Sespa), Rômulo Rodovalho.   "Me sinto muito feliz, muito feliz mesmo, porque eu nunca tinha visto um hospital propriamente para mulheres. E me sinto muito privilegiada de estar trabalhando aqui", disse a servente de obra France Cardoso, que trabalha na construção.  

Projeto arquitetônico- Na avenida Gentil Bittencourt, em São Brás, o hospital tem 12 pavimentos, dos quais um é o subsolo, distribuídos num total de 17.648,81 m². O térreo concentrará o atendimento de urgência e emergência, consultas ambulatoriais, brinquedoteca e ala de diagnósticos por exames de imagem.  Haverá também atendimento ambulatorial.

O segundo andar concentrará o apoio técnico, a nutrição e dietética e o refeitório. Já o terceiro andar abrigará o setor administrativo, ensino e pesquisa, apoio técnico e logístico. As salas de cirurgia serão distribuídas no quarto andar e logo acima os leitos de UTI. Do sexto ao décimo andar ficarão os leitos clínicos. No 11º andar haverá um auditório. 

"Quando soube da proposta da construção, que seria um hospital só para mulheres, fiquei muito feliz e fico até emocionada quando falo.  A gente sabe das dificuldades de quem não tem condições, né? Por isso a obra é tão importante", ressaltou Maria Eduarda Gama, auxiliar de engenharia. 

O cuidado em todo o ciclo de vida da mulher será desenvolvido com serviços especializados. “A saúde da mulher precisa de um olhar holístico, considerando todas as fases de sua vida. O Hospital da Mulher vem ofertar serviços com equipe multiprofissional para mulheres de todas as idades com atendimento de média e alta complexidade. Também terá atendimento especializado à mulher vítima de violência. A proposta vem para fortalecer a saúde da mulher nos 144 municípios”, explica Nicolli Vieira, coordenadora estadual de Saúde da Mulher.

Por Valéria Nascimento (SECOM)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Veja também