Segunda, 27 de Junho de 2022
14°

Muitas nuvens

Taubaté - SP

Geral Pará

Pará é o único do Brasil a ter representantes em eventos internacionais de meio ambiente

Governador Helder Barbalho participará de reuniões em Zurique e Davos, na Suíça

21/05/2022 às 19h30
Por: Redação Fonte: Secom Pará
Compartilhe:

O estado do Pará foi o único governo brasileiro a ser convidado para participar do Fórum Econômico Mundial, que ocorrerá no período de 22 a 26 de maio, em Davos, na Suíça. O chefe do executivo paraense, governador Helder Barbalho, participará de uma sessão multilateral intitulada “Parcerias Subnacionais para a Amazônia”. Subnacionais é uma denominação dos estados federados como o Pará. E este tem se destacado por suas iniciativas, como o estabelecimento da Política Estadual sobre Mudanças Climáticas, o Plano Amazônia Agora (PEAA), dentre outras.

O governador também participará de mesa redonda e outros paineis que serão realizados no período. Aproximadamente 2.500 líderes mundiais estarão presentes para enfrentar questões globais e dialogar sobre soluções para os desafios mais urgentes do mundo, a exemplo da pandemia da Covid-19, a guerra na Ucrânia, choques geoeconômicos e mudanças climáticas. O evento oferece um ambiente único para se conectar, trocar ideias, obter novas perspectivas, avançar em soluções e oferecer oportunidades.

“No contexto da economia, a ideia é que aproveitemos o evento para não só mostrar o que o Pará está fazendo institucionalmente, mas demonstrar as oportunidades que podem surgir a partir das políticas em implantação e que podem agregar iniciativas futuras não somente para o Estado, mas aos outros representantes que estão buscando a mudança dos padrões que até agora vêm sendo seguidos, para que se possa alcançar um desenvolvimento mais sustentável", afirmou Helder Barbalho.

O chefe do Executivo Estadual reforçou ainda que "O Pará tem uma história a partir de 2019 de esforço sério para mudar a equação econômica tradicional da Amazônia que sempre foi caracterizada por um viés predominantemente predatório, a exemplo da redução de desmatamento que reduziu 11%, o que demonstra uma política sendo implantada com resultados obtidos”, concluiu. Ainda na Suíça, o governador estará presente em uma sessão na universidade de Zurique com um grupo de investidores para mostrar o que o Pará vem realizando na área ambiental.

O secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade Estadual (Semas), Mauro Ó’de Almeida, compõe a comitiva que participará das reuniões na Suíça e afirma que “Davos é o passo seguinte para informar ao mundo de que houve o fortalecimento institucional, que conseguimos avançar, mas que não ficamos apenas no comando e controle. Já estamos proporcionando oportunidades de geração de renda, mantendo a floresta de pé”, pontuou O’de Almeida.

Em Davos, o tema central do encontro será ‘História em um Ponto de Virada: Políticas Governamentais e Estratégias Empresariais’, que será debatido em um momento geopolítico e geoeconômico mais consequente das últimas três décadas e no contexto de uma pandemia que ocorre uma vez em um século.

Os líderes abordarão os desafios humanitários e de segurança urgentes à medida em que avançam simultaneamente nas prioridades econômicas, ambientais e sociais de longa data – ao mesmo tempo em que reforçam as bases de um sistema global estável.

“O Pará está indo ao encontro para dialogar com investidores, empresários, com ONGs possivelmente interessadas em operar com o Pará em diferentes áreas de promoção do desenvolvimento sustentável, seja na esfera econômica, tecnológica, social, e tudo isso surge como oportunidade, pois há uma coisa muito clara no intuito de que os investidores estão hoje buscando locais onde se tem segurança jurídica no sentido de mudar a face do história e a condição de vida da população para que ela tenha maior acesso à saúde, educação, e o Pará surge como opção digna de consideração”, avaliou o embaixador do governo do Pará, Everton Vieira Vargas. 

Brazil Lab

Esta é a segunda agenda internacional em que o Estado do Pará participa como único representante governamental brasileiro em menos de um mês. No início de maio, o governador participou da segunda edição do Brazil Lab, na Universidade de Princeton, em Nova Jersey, Estados Unidos. O evento reuniu estudantes, empresários, profissionais da área de inovação e tecnologia, entre outras formações, para um diálogo direto sobre estratégias de novos arranjos produtivos para uma economia limpa.

Por Aline Saavedra (SEMAS)
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários